Pilates no Tratamento da Hérnia Discal Cervical

Share

Algumas das principais causas de dor cervical são as protusões e hérnias discais. Tratam-se de projeções da parte central do disco intervertebral para além de seus limites normais de maneira mais ou menos grave.

Para que não surjam hérnias e protusões e até mesmo para evitar a progressão das que já existem é necessário um trabalho de fortalecimento da musculatura profunda estabilizadora na cervical e um trabalho postural.

O Pilates deve atuar na estabilização da cervical após a fase aguda e também na consciência da postura atual e busca pela postura correta sendo que a coluna neutra ( figura A acima) diminui a sobrecarga sobre disco, tendões, ligamentos, cápsula e membrana sinovial.

Também deve atuar na busca pela mobilidade segmentar da coluna, necessária para uma coluna saudável.

 

Inicialmente é feito o treino de estabilização estática e depois durante os movimentos.

Músculos profundos fortes impedem micromovimentos que geram lesão.

Os músculos longo do pescoço e longo da cabeça (que atuam na flexão do pescoço) são os principais estabilizadores cervicais.

 

 

 

 

 

 

 

Esse fortalecimento se dará com movimentos pequenos e concentrados, mantendo postura e contração mantida.

Fortalecer membros superiores também será imprescindível pois membros superiores fortes darão conta dos esforços sem sobrecarga para a cervical. Além da sua importância na manutenção de uma boa postura.

Share


Sem Comentários, Deixe um comentário