Como Perder Peso da Maneira Adequada

Share

Atualmente somos apresentados a novas evidências científicas a respeito da influência da alimentação na saúde e emagrecimento todos os dias. Nesse contexto o jornalista científico Gary Taubes, publicou recentemente um livro chamado: “WhyWeGet Fat – andWhatto Do About It” (Por que engordamos e como resolver isso), nele Taubes afirma que as dietas convencionais com restrições calóricas só atrapalhariam na perda de peso e que os verdadeiros vilões do emagrecimento seriam os amidos e carboidratos, principalmente os refinados (pães, arroz, batata, mandioca, milho, etc.), enquanto que deveríamos ingerir mais alimentos ricos em gordura como as carnes, creme de leite, manteigas, óleo, maionese, entre outros. Ele argumenta que se não comermos carboidratos refinados, não haverá excesso de açúcar no sangue, o corpo não produzirá mais insulina e a gordura não será armazenada pelas células.

 

Então afinal que alimentos devem ser ingeridos? Vamos simplificar:

1 Carboidratos refinados e frutose: quando ingeridos são transformados em açúcares e elevam os níveis de insulina no sangue, tendo efeito de rápida absorção, por isso devem ser evitados em excesso, o melhor é preferir os carboidratos integrais (pão, arroz, macarrão integral, etc.) e as frutas “in natura”, devido principalmente as fibras que fazem com que essa liberação no sangue seja mais lenta. Muito cuidado também com os doces no geral: balas, chocolates, sorvetes, bolos, entre outros, esses também contribuem com os picos de açúcar do sangue e consequentemente para o ganho de peso.

 

2 Gorduras:dietas como a “lowcarbo”, costumam retirar a maioria dos carboidratos e troca-los por grandes quantidades de gordura, porém deve-se procurar boas fontes de gordura como: castanhas, abacate, azeite extravirgem, peixes, carnes magras, entre outros. No caso do creme de leite, manteiga e bacon, até podem ser consumidos, mas o melhor seria utilizar aqueles chamados de “artesanais” (alimentos feitos com matéria prima de primeira linha e de maneira mais natural sem aditivos e conservantes fabricados).

3 Proteínas:estão presentes em diversos alimentos, mas suas principais fontes são as carnes e os ovos, que devem ser consumidas todos os dias com moderação, preferindo os peixes ou carnes mais magras e evitando empana-las, fritá-las ou adicionar molhos prontos com excesso de sódio e aditivos.Taubes afirma em seu livro que podemos comer o quanto quisermos de todo tipo de carnes mesmo as mais gordas, mas é importante ter cautela principalmente para indivíduos com doenças renais ou cardíacas. No caso do leite e derivados a melhor escolha seriam os desnatados com menos gorduras.

4 Verduras e Legumes: as verduras folhosas (alface, rúcula, repolho, acelga, almeirão, etc.) devem ser consumidas todos os dias a vontade, já no caso dos legumes apesar de também serem recomendados todos os dias, deve-se ter cuidados com o exagero, principalmente quelesricos em amidos e carboidratos como: batata, batata doce, mandioca, mandioquinha, milho, etc.

Em resumo, o melhor é ingerir boas fontes de todos os tipos de alimentos, mas sempre com moderação. Apesar das afirmativas de Taubes sobre os carboidratos e gorduras, é primordial levar em conta que cada pessoa tem um organismo e metabolismo diferente, nem todos engordam ou emagrecem da mesma maneira. Alguns indivíduos podem se sentir sem energia retirando os carboidratos ou apresentar agravação de algum quadro de saúde com excesso de proteínas e gordura, o que é bom para um pode não ser para outro, de forma que é essencial ter um acompanhamento de um médico ou nutricionista antes de sair fazendo qualquer tipo de dieta restritiva.

 

Referências:

Revista Seleções; Existe um Jeito de Perder Peso? ; www.selecoes.com.br, Data de acesso: 11 de outubro de 2017, pág 59 a 67

 

Share


Sem Comentários, Deixe um comentário