Mais Atenção À Postura Corporal

Share

A palavra de ordem é mexer-se, alongar os músculos e manter a coluna na posição ereta

Independente da idade e da profissão, nós temos o hábito de não nos preocuparmos com a postura corporal, pois a concentração e o pensamento voltado ao que está sendo realizado tira a importância de um ideal posicionamento do corpo diante das atividades de vida diárias.

Sabe-se que muitos dos desvios posturais desenvolvidos ao longo dos anos tem fator hereditário envolvido, mas a rotina de vida que passa despercebida influencia e contribui para grande parte das fixações posturais inadequadas e possíveis crises de dores nas costas.

Desde a infância, podemos notar que as relações com a postura sofrem sobrecargas repetidas na coluna vertebral, como por exemplo a posição sentada, que encontramos na maior parte do dia nas crianças em sala de aula, em casa nas tarefas escolares, nos momentos em frente da televisão e diante dos computadores, e que muitas vezes são utilizadas de forma errada.

Na vida adulta não é diferente, pois chegamos ao trabalho e lá vamos para a cadeira, vamos viajar, lá estamos horas e horas sentados no banco do carro, em casa, em várias situações, como no sofá. Porém, existem as profissões que ficam muito mais tempo em pé, e que também trazem conseqüências desagradáveis para a coluna vertebral.

Portanto, nada de excesso faz bem a saúde e ao nosso corpo.

Conseqüentemente, a essa rotina postural obscura para nossa mente, á fraqueza muscular abdominal, a falta de condicionamento físico e a retração muscular ( falta de alongamento dos músculos) somam-se os possíveis e principais fatores de risco para aparecimento de dores nas costas, e o desenvolvimento dos desvios posturais.A má postura gera assimetria muscular e o resultado disso normalmente são as dores nas costas.

O primeiro erro é ficar sentado por muito tempo, pois essa descarga de peso é totalmente absolvida pelos discos intervertebrais e algum momento refletirá em dores nas costas. Para esta situação, é importante que as pessoas não fiquem mais de 30 minutos sentadas, devendo levantar-se caminhar de3 a5 minutos ou simplesmente ficar em pé por alguns minutos. Sentar de maneira correta é encostar a parte lombar da coluna ( região baixa das costas ) no encosto da cadeira ou da poltrona, não cruzar as pernas, encostar os pés no chão ou em algum suporte de apoio e não torcer a coluna o tempo que estiver sentado.

Ficar em pé também pode ser um tormento, a sobrecarga sobre todo o sistema músculo esquelético aumenta de acordo com o tempo que permanecemos em pé, portanto, transfira o seu peso do corpo de um pé para o outro, várias vezes, ou coloque um dos pés em cima de um objeto de apoio, revezando constantemente, pois assim a sobrecarga nos músculos das costas diminui. O revezamento das posições sentado e de pé é orientação necessária de se cumprir.

Considerando a lógica da existência do tempo em relação ao período de um dia, que dura 24 horas, a postura deitada gira em média, para um indivíduo sadio, em torno de 6 a 8 horas, pois normalmente o restante das horas é utilizado em posturas sentadas e de pé.

Para dormir ou descansar deitado a postura ideal é a barriga para cima com um apoio alto(travesseiros) debaixo dos joelhos e quando de lado, colocar um apoio ( travesseiro) entre os joelhos.Não se pode esquecer que o travesseiro que está apoiando a cabeça na posição de lado deve preencher o espaço entre a cabeça e o ombro.

Para melhor qualidade de vida, há necessidade da realização de uma atividade física de rotina, através de uma ginástica de academia acompanhada de profissionais capacitados, e também, através de métodos fisioterapêuticos diversos como, por exemplo, o RPG (reeducação postural global), o método pilates ( exercícios de flexibilidade, força e postura) e outros recursos físicos corporais que permitem os músculos de nosso corpo funcionar.

Um exemplo prático de se observar uma melhor postura é ficarmos diante do espelho, na posição de frente e depois de lado, realizando o movimento de levar os ombros levemente para trás e ao mesmo tempo contrairmos nosso abdômen, ao ponto de imaginarmos empurrar o umbigo para as costas, que logo notamos uma postura ideal e corretiva, compreendendo do que a manutenção desta postura que estamos enxergando no espelho, é mantida pelo trabalho de fortalecimento muscular da região dorsal ( região alta das costas), fortalecimento muscular dos músculos abdominais em conjunto com uma ideal flexibilidade atingida pelos exercícios de alongamento.

Portanto, mexa-se enquanto há tempo. O corpo e a postura agradecem !

Fonte : Revista Bem estar Atualizado em 09 de dezembro de 2011.

Share


Sem Comentários, Deixe um comentário